Relatório da SAP aponta que a sustentabilidade ainda é um desafio

Relatório da SAP aponta que a sustentabilidade ainda é um desafio

Um relatório da SAP concluiu que os planos de implementação e dimensionamento para a sustentabilidade ainda são obstáculos que muitas empresas encontram

Mudanças climáticas, uso de materiais, poluição do ar, resíduos sólidos e disponibilidade de recursos foram as principais questões de sustentabilidade identificadas por executivos em suas decisões de investimentos, de acordo com um novo estudo global patrocinado pela SAP. No entanto, implementar e dimensionar planos de ação ainda são obstáculos encontrados por muitos deles.

A pesquisa “Melhorando o Meio Ambiente em Escala Planetária: Uma Pesquisa de Motivadores e Ações de Negócios” explora as etapas que as empresas estão percorrendo para contribuir com a proteção do ambiente e os desafios que elas enfrentam.

Com base no feedback de mais de 7.400 executivos de negócios, abrangendo 19 países e 16 setores, a pesquisa também descobriu:

  • Grande parcela dos entrevistados (29%) afirma que as regulamentações setoriais são razão subjacente para investir em questões ambientais. No entanto, 27% citaram a maior aprovação da sociedade em relação às suas organizações como um forte motivo subjacente, enquanto 26% indicaram riscos para a reputação de suas empresas.
  • O compromisso do CEO e do conselho, bem como as regulamentações governamentais, são os principais motivadores. O crescimento da receita e da lucratividade ficou em segundo lugar bem próximo, demonstrando que as ações ambientais são influenciadas por pressões internas e externas.
  • Incertezas sobre como incorporar a sustentabilidade aos processos de negócios e sistemas de TI foram vistas como a maior barreira para implementar planos de ação, respondendo pela parcela de 35%. Alinhar as ações propostas com a estratégia geral de negócios ficou em segundo lugar (34%), seguido por dificuldade em provar o ROI (33%).
  • Apenas 21% dos entrevistados disseram estar completamente satisfeitos com a qualidade dos dados para áreas ambientais, sendo que o principal motivo é a falta de confiança de que os dados estão completos e cobrem o escopo necessário.

“Os resultados deste estudo mostram que 83% das empresas não acreditam que os impactos ambientais sejam relevantes para seus negócios no momento”, disse o diretor de sustentabilidade da SAP, Daniel Schmid.

“As empresas precisam reconhecer que as questões ambientais são importantes agora. Com uma porcentagem cada vez maior de consumidores focados nos valores e na ética dos negócios dos quais compram, temos a importante responsabilidade de ajudar as organizações a entender melhor os impactos da crise climática nos negócios, superar as barreiras identificadas neste relatório e acelerar seu ritmo em direção à ação climática”, concluiu Schmid.

Clique abaixo para compartilhar este artigo

Navegue por nossa
primeira edição

Magazine Cover

Ver Arquivo da Revista