Magazine Button
Leroy Merlin Brasil adota análise em nuvem com Qlik

Leroy Merlin Brasil adota análise em nuvem com Qlik

A Leroy Merlin, varejista líder de artigos para o lar, adota o Qlik Cloud e o Qlik Catalog para ajudar a acelerar o crescimento por meio de dados confiáveis e análises de autoatendimento

A Leroy Merlin Brasil migrou seus esforços completos de análise para o Qlik Cloud – aprimorado pelo Qlik Catalog – para suportar o crescimento contínuo por meio de dados confiáveis ​​e governados e análises de autoatendimento.

A Leroy Merlin faz parte do GROUP ADEO, um grupo de empresas dedicadas à reforma da casa, que abrange desde a renovação e decoração da casa até bricolage e utensílios de cozinha. A empresa tem mais de 130 mil funcionários e atende 42 superlojas em todo o Brasil, que viu um aumento significativo e contínuo nos negócios devido a Covid-19 e à corrida por projetos de melhoria da casa.

Sendo um usuário de longa data do Qlik Sense, a organização procurava democratizar o acesso aos dados para ajudar mais funcionários internos e administrativos a tomar decisões mais rápidas e melhores por meio de análises de autoatendimento para corresponder ao crescimento que a empresa estava experimentando.

Uma iniciativa de alfabetização de dados, sugerida e apoiada pela Qlik com foco nas áreas de RH e transformação organizacional da empresa, criou grande interesse em fornecer acesso à análise da empresa. A Leroy Merlin percebeu que se beneficiaria da escala e da economia de migrar para o Qlik Cloud para disponibilizar dados para mais funcionários da empresa.

Construindo estratégias

J.M. Benedetto, CIO da Leroy Merlin Brasil.

“Pouco depois de concluirmos uma atualização tecnológica do nosso BI (implementação do GBQ + Qlik Sense), percebemos que o caminho da centralização não era possível nem desejável. Embora os painéis corporativos fossem essenciais para alinhar diferentes áreas em uma única estratégia, os departamentos precisavam de flexibilidade”, disse J.M. Benedetto, CIO da Leroy Merlin Brasil.

Além de construir painéis internos pelos próprios departamentos, os analistas de negócios precisavam de suporte em investigações ad hoc. Segundo Benedetto, a Leroy Merlin não se limitava mais a construir dashboards para monitorar a execução de estratégias conhecidas.

“Também precisávamos apoiar a construção de novas estratégias baseadas em experimentação e análise. Agora estamos preparados para receber analistas na plataforma além das equipes de dados e gestão. Estávamos procurando uma solução que permitisse uma liberdade protegida com um modelo de dados comum, controle refinado de acesso a dados e visibilidade total das análises construídas”, disse Benedetto.

Segundo ele, outro aspecto importante foi a necessidade de implementar algo que pudesse ser dimensionado sem grande esforço, o que não foi o caso da solução on-premise. “Gerenciar servidores consumia um tempo importante das equipes e ainda assim o desempenho às vezes deixava a desejar”, disse o CIO.

Simplicidade na implantação

Segundo Benedetto, a implantação do ponto de vista técnico foi bastante simples, com o fluxo de ingestão de dados ainda sendo feito in loco no início. A equipe aproveitou para revisar as aplicações com foco em UX e performance. “DataViz não é Excel, mas nossos usuários muitas vezes tentam trazer sua maneira de trabalhar de planilhas para Qlik”, disse ele.

Todos os aplicativos de baixo desempenho foram reconstruídos em um esforço de “voltar ao básico”: um painel deve conter os dados para dar suporte a um conjunto relacionado de decisões e apenas esses dados.

Benefícios

“Ficamos muito satisfeitos com a ferramenta Qlik Sense e vimos na versão SaaS uma resposta aos desafios listados. A escala foi garantida, liberando as equipes de análise do fardo de gerenciar servidores”, disse Benedetto.

O custo por usuário também foi reduzido, permitindo à empresa dobrar o número de funcionários com acesso à ferramenta. Além disso, a equipe de TI integrou a nova versão com a ferramenta interna de gerenciamento de perfis para controle de acesso por cargo.

“Também tivemos ganhos de colaboração com a funcionalidade de co-construção de aplicativos, onde as equipes de dados começaram a apoiar os analistas de negócios na construção de painéis”, disse Benedetto.

Bendetetto explica que em meio a centenas de relatórios e versões de soluções, é fácil se perder. O CIO diz que o Qlik SaaS permite que cada usuário crie suas coleções com os aplicativos que fazem mais sentido para o seu trabalho, criando uma visão personalizada.

Além disso, é possível conectar planilhas e arquivos de texto no Qlik para descoberta de dados e análise de pontos. “Vimos um rápido crescimento em nossos negócios e precisamos que nossa organização responda efetivamente às demandas para que possamos continuar a oferecer a satisfação do cliente”, disse.

Qlik Catalog

Como a Leroy Merlin permite que mais funcionários tenham acesso a dados, a empresa quer garantir que todos acessem e usem informações relevantes e governadas em que possam confiar.

A organização adotou o Qlik Catalog para ajudar a fornecer aos negócios acesso sob demanda a dados prontos para análise, simplificando e acelerando a criação de perfil, organização, preparação e entrega de dados confiáveis e acionáveis.

“Organizações como a Leroy Merlin viram um tremendo valor ao alavancar a análise de nuvem da Qlik para enfrentar os desafios da pandemia de COVID-19 enquanto se preparam para um crescimento contínuo”, disse Eduardo Kfouri, vice-presidente e gerente-geral da Qlik América Latina.

“Estamos ansiosos para trabalhar com a Leroy Merlin para ajudá-los a continuar a democratizar o acesso e o uso de dados em toda a organização para apoiar seu aumento na tomada de decisões orientada por dados”.

Próximos passos

Sobre o futuro da parceria, Benedetto explica que a empresa ainda tem três etapas importantes no processo de migração para SaaS. A primeira será uma etapa técnica para migrar o fluxo de ingestão para SaaS – isso permitirá o desligamento de mais dois servidores, eliminando completamente a instalação no local.

O segundo passo é disponibilizar o dicionário de dados no Qlik Data Catalog porque, segundo o diretor, embora a ferramenta atual permita que os analistas de negócios construam dashboards e relatórios, muitos enfrentam a falta de compreensão do modelo de dados.

Benedetto explica que existem milhares de indicadores e atributos diferentes, e os usuários têm dificuldade em entender o cálculo de determinados indicadores ou os filtros a serem aplicados a determinados atributos. “Como um Catálogo de Dados, faremos a ponte entre o dicionário de dados corporativos e os relatórios da Qlik”, disse Benedetto.

A última etapa é usar a funcionalidade NLP para consultar o banco de dados pelos usuários. Segundo Benedetto, há muitos funcionários nas lojas sem treinamento técnico para quem a interface de uma ferramenta DataViz é intimidadora.

Portanto, será um grande benefício quando os colaboradores fizerem perguntas diretamente à ferramenta. A equipe está apenas aguardando a disponibilização da solução Qlik em português.

Finalmente, Benedetto diz que já viu grande valor em usar Qlik em seu negócio principal. “Os recursos de autoatendimento da plataforma em nuvem da Qlik são uma ótima opção para ajudar a espalhar dados por toda a organização para que nossos funcionários possam colaborar na tomada de decisões para impulsionar nosso crescimento”, concluiu.

Clique abaixo para compartilhar este artigo

Navegue por nossa
última edição

LATAM Portuguese

Veja todas as edições