Estudo mostra que o futuro da saúde é moldado pela nuvem híbrida

Estudo mostra que o futuro da saúde é moldado pela nuvem híbrida

Organizações de saúde esperam aumentar as implantações de nuvem híbrida em 32 pontos nos próximos cinco anos

A Nutanix, líder em nuvem privada, computação híbrida e multicloud, anunciou as descobertas do setor de saúde em seu terceiro relatório anual Enterprise Cloud Index (ECI), medindo os planos das organizações de saúde para adoção de nuvens privadas, híbridas e públicas.

Os resultados apontam para uma tendência crescente dentro do setor: mais de dois terços (70%) dos entrevistados relataram que o COVID-19 fez com que a TI fosse vista de forma mais estratégica em suas organizações e a pandemia acelerou a transformação digital que provavelmente moldará o futuro da saúde.

Com a chegada do COVID-19, as organizações de saúde procuraram maneiras de dar suporte eficaz às crescentes demandas tecnológicas – desde permitir o trabalho remoto até a implementação de práticas de telessaúde e dar suporte a uma carga crescente de pacientes.

Como resultado, essas organizações buscaram soluções de TI que pudessem atender necessidades crescentes. Com a transformação digital em mente, o setor de saúde está mais otimista do que qualquer outro setor no que tange à adoção de um modelo de TI híbrido, com 95% dos entrevistados concordando que o híbrido é a escolha ideal.

Hoje, mais da metade das pessoas ouvidas da área de saúde aumentaram o uso de nuvem pública (56%) e nuvem híbrida (51%) e quase metade (46%) investiu mais em ambientes de nuvem privada em um esforço para fornecer rapidamente trabalho remoto com acesso a recursos de TI.

Embora 77% dos entrevistados na área de saúde anteriormente tivessem funcionários trabalhando remotamente há um ano, essa porcentagem aumentou para 93% desde o início da pandemia.

Outras conclusões importantes do relatório deste ano incluem:

  • O futuro da saúde depende do descomissionamento da arquitetura legada: Atualmente, mais empresas de saúde operam datacenters tradicionais não habilitados para nuvem (27%) do que qualquer outro setor, em comparação com 18% globalmente. No entanto, nos próximos cinco anos, as organizações de saúde planejam reduzir essa lacuna com uma queda esperada de 21 pontos percentuais nas instalações de datacenters legados e um aumento de 32 pontos nas implantações de nuvem híbrida.
  • Organizações de saúde buscam infraestrutura hiperconvergente para dar suporte à modernização de TI e abrir caminho para a nuvem híbrida: a hiperconvergência é frequentemente vista como a base para uma infraestrutura de nuvem híbrida, o HCI da próxima década. Isso porque ela ajuda a acelerar a adoção da nuvem reduzindo drasticamente o tempo para construir a infraestrutura definida por software necessária para dar suporte à nuvem privada, aliada ao fornecimento da escalabilidade da tecnologia de nuvem. Cerca de 64% dos entrevistados na área de saúde afirmam que implantaram totalmente o HCI ou estão em processo de fazê-lo, ultrapassando os cerca de 50% dos entrevistados globais que estão usando ou implementando infraestrutura hiperconvergente.
  • Segurança, privacidade e conformidade representam um desafio significativo para a transformação digital da indústria: 58% dos entrevistados na área de saúde descreveram a segurança como um desafio significativo, em comparação com 51% dos demais entrevistados globais. Os profissionais da área de saúde também classificaram o controle de custos (45%) e a continuidade dos negócios (45%) com mais frequência como desafios significativos do que qualquer outro setor.
  • À medida que o setor de saúde evolui, as vantagens de custo serão o principal fator de bloqueio para implantações de infraestrutura de TI: todos os setores, incluindo saúde, indicaram que soluções de segurança, privacidade e compliance altamente importantes para a tomada de decisões de infraestrutura.

A base de entrevistados de 2020 abrangeu vários setores, tamanhos de negócios e as seguintes geografias: Américas; Europa, Oriente Médio e África (EMEA); e a região da Ásia-Pacífico (APJ).

Clique abaixo para compartilhar este artigo

Navegue por nossa
primeira edição

Magazine Cover

Ver Arquivo da Revista