Magazine Button
Marzam melhora sua operação na nuvem com AWS

Marzam melhora sua operação na nuvem com AWS

As soluções de recuperação de desastres, armazenamento, análise e Big Data da AWS ajudam a reduzir custos e tornam o trabalho do principal distribuidor farmacêutico mexicano ainda mais eficiente

Há mais de 85 anos, a Marzam é a empresa mais experiente no fornecimento de produtos e soluções de saúde, conectando a população mexicana com boa saúde. Com uma infraestrutura de dez filiais em todo o México e um centro de distribuição (CEDIS), a Marzam tornou-se um fornecedor líder de produtos de saúde, entregando mais de 350 mil produtos diariamente a mais de 26 mil pontos de venda, incluindo farmácias independentes, redes regionais, supermercados, hospitais e governo.

Há cerca de dois anos, a Marzam iniciou um processo de modernização que envolveu investimentos em Transformação Digital para otimizar os processos operacionais e, assim, garantir a operação contínua de suas aplicações no CEDIS. Juntamente com a Nubosperta, a Marzam implementou um plano de contingência eficiente em custo e produtividade baseado em um modelo híbrido de nuvem da Amazon Web Services e equipamentos locais.

“Ao migrar para a nuvem AWS, poderíamos economizar 85%, gastar 15% ou menos do que teríamos gasto e investido se tivéssemos decidido manter equipamentos de alta disponibilidade no local”, disse Jose Luis Hidalgo Garza, CIO da Marzam.

O desafio

Como um dos principais distribuidores de produtos farmacêuticos e de cuidados pessoais no México, a Marzam tem mais de 37 mil pedidos por dia. Quase todas as agências funcionam durante a noite e as primeiras horas da manhã para garantir que os clientes sejam atendidos com os mais altos padrões de qualidade.

Garza explica que os equipamentos que operam em cada filial e o sistema de picking são on-premises. “Como o período noturno é difícil de operar, precisávamos de ajuda para garantir que tudo estivesse funcionando corretamente e que – em casos de contingências – pudéssemos enviar equipes adicionais com um bom tempo de resposta”, disse o CIO.

Diante desse cenário e como parte de sua estratégia de Transformação Digital, a empresa precisava projetar uma arquitetura segura e confiável para garantir a recuperação de suas operações no CEDIS quando ocorressem falhas dos servidores físicos nos quais as aplicações rodam. “O tempo máximo de recuperação (RTO) deve ser inferior a 30 minutos”, disse o CIO.

Por que Amazon Web Services?

Apoiada pela plataforma de atendimento ao cliente Nubosperta (CRM) e pela solução de recuperação de contingência Amazon Web Services CloudEndure Disaster Recovery, foi desenvolvida uma solução para dar uma imagem da operação de servidores físicos em centros de distribuição de clientes.

“Fizemos vários testes para validar que os tempos que a solução levou para atender as necessidades da empresa melhoraram. O desafio era que o tempo de recuperação não ultrapassasse 30 minutos. Desenvolvemos esta solução em quatro meses”, disse Hugo Garcia, CEO da Nubosperta.

Além da ferramenta CloudEndure Disaster Recovery, a plataforma de contingência usa os serviços principais da AWS para armazenamento, segurança e processamento, garantindo que as operações não sejam interrompidas durante uma contingência. Com essa infraestrutura híbrida, a Marzam pode lidar com mais de 350 mil produtos entregues todos os dias em dez filiais, um centro de distribuição e cerca de 600 rotas de entrega.

“Podemos gerenciar mais de 10 mil itens de 250 fornecedores diferentes sem qualquer tempo de inatividade do sistema”, disse Garza.

Migração para SAP

Como parte de seu projeto inovador, a Marzam trabalha atualmente para substituir seu ERP IBS pelo sistema SAP. Garza diz que o ERP atual precisa de muitas camadas de integração e essas camadas são basicamente Windows.

“As cargas do Windows rodam na infraestrutura de nuvem da Amazon. Com o novo ERP algumas camadas serão eliminadas. O objetivo é que a camada de integração vá para a nuvem da AWS ou ERP”, explica Garza.

Benefícios

Ao implementar uma infraestrutura em nuvem, a Marzam conseguiu reduzir em 85% o CAPEX que uma solução de contingência tradicional exigiria. Usando o Amazon CloudEndure Disaster Recovery, a Marzam não precisa manter as instâncias ativadas, mas apenas os processos de replicação contínua que garantem a recuperação da operação dentro do ponto de recuperação estabelecido pelo negócio, aumentando a eficiência de custos. A solução CloudEndure Disaster Recovery também permite vários pontos de recuperação na última hora antes do incidente de falha, garantindo operação contínua.

Graças à solução de automação da plataforma Nubosperta CRM, a Marzam pode ativar a implantação de suas instâncias através do portal de atendimento ao cliente sem mais assistência, garantindo o máximo de tempo de resposta.

Apesar de ser capaz de responder rapidamente a incidentes, a empresa não enfrentou nenhuma ocorrência significativa nos últimos dois anos desde a implementação do CloudEndure Disaster Recovery.

“Isso impacta diretamente os negócios da empresa, que opera em um setor muito competitivo. Também nos ajuda a cumprir nossa missão de entregar provisões efetivas e oportunas com os mais altos padrões de qualidade, impulsionando o crescimento de nossos clientes e fornecedores”, disse Garza.

Clique abaixo para compartilhar este artigo

Navegue por nossa
última edição

LATAM Portuguese

Veja todas as edições